Babá que 44 abusou de criança de 5 anos,vai para cadeia…que fique por lá..

A babá de 44 anos, acusada de abusar de um menino de 5, foi presa preventivamente na tarde de ontem. O mandado de prisão foi expedido pela Justiça a pedido da delegada Graciela de Lourdes David Ambrósio, da DDM (Delegacia de Defesa da Mulher) de Franca. A ordem judicial foi cumprida por agentes da DIG (Delegacia de Investigações Gerais) por determinação da Delegacia Seccional. A mulher, que reside em um conjunto de prédios na zona Norte, foi presa em uma moradia da área central, onde estava trabalhando como diarista.

A delegada Graciela disse que é praxe o pedido de prisão preventiva em caso de denúncia de estupro. No episódio da babá, segundo ela, houve um fato novo: a mãe da criança procurou a Promotoria de Justiça para denunciar que estaria sendo ameaçada pela família da acusada.

{20130322013914}_a6_01200x0

Na sede da DIG, ontem à tarde, a babá se disse surpresa com sua prisão. “A doutora Graciela ficou de me ouvir de novo e não me ouviu (…) Aí, chega lá os moços e diz que o juiz mandou me deter. Eu não tô (sic), entendo mais nada.” Sobre a acusação de ameaça, ela negou qualquer constrangimento contra a família do menino.

A denúncia de abuso sexual contra a babá foi registrada no dia 8 de março por uma sapateira, mãe de três crianças. A mulher foi acusada de fazer um menino de 5 anos penetrar sua vagina, dentro do apartamento da sapateira para qual trabalhou como babá dos menores. O serviço durou 15 dias e foi realizado em dias alternados, entre 5h30 e 7 horas. O caso foi descoberto depois que a mãe flagrou o menino nu, junto com a irmã de 3 anos, também sem roupas. Ele simulava uma relação sexual e disse que teria aprendido com a babá.

Após o caso vir à tona, em entrevista, a mulher declarou que sua vida virou uma bagunça. “Eu não como, eu não durmo. Parece que to (sic) vendo fantasma na minha frente.” Ela voltou a acusar uma vizinha de ter “influenciado” a criança. “Só uma pessoa está me prejudicando. É a vizinha que tinha olhado a criança antes, depois saiu para ir para uma fábrica trabalhar e a mãe pediu para que eu a olhasse. Eu tenho para mim que esta vizinha está fazendo fofoca sim, por que foi só acontecer esta palhaçada para ela voltar a olhar a criança.”

Com ar sereno, a babá afirmou que está “tranquila” para encarar as grades da cadeia do Jardim Guanabara. “Vou pagar por uma coisa que eu não fiz, mas vou tranquila (para a cadeia)”. Arrependimento? Só um: ter, um dia, ajudado a vizinha que, supostamente, a estaria prejudicando.

Fonte: http://www.gcn.net.br/home/

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s